Levar os miúdos à escola e da escola para as atividades extracurriculares. Acompanhar os TPCs, brincar, leva-los ao pediatra, dentista, oftalmologista, otorrinolaringologista e a todas as especialidades médicas que precisarem. Saber o nome dos amigos e respetivas mães e lidar com os grupos de whatsapp de cada turma e de cada actividade de cada filho.
A perda repentina do emprego pode levar ao isolamento. Quando uma pessoa passa por um divórcio ou outras experiências dolorosas, tende a compartilhar a dor com aqueles em quem confia. Ela conversa com colegas de trabalho, amigos e familiares. Consequentemente, há sempre alguém para confortá-la e aconselhá-la. De modo inverso, quando a pessoa perde o emprego, a última coisa do mundo que deseja é dizer a alguém o que aconteceu, temendo que os outros possam considerá-la uma fracassada. Ela entra em um “cone de silêncio” e termina por isolar-se justamente das pessoas que estariam mais dispostas a ajudar. Infelizmente, essa tendência de se esconder atrás das barreiras que ela mesma cria e de limitar a interação social é contraproducente na busca de outro emprego. Pode aumentar muito a dificuldade de sua busca. Uma pesquisa aponta que 70 a 80 por cento de todas as vagas de emprego são preenchidas por pessoas que fazem uma rede de contatos. Aproveite cada oportunidade, cada fórum possível, para informar a todos com quem entra em contato que está procurando emprego.
Se um determinado programa de afiliados está rendendo uma boa grana, isso não significa que você não pode testar outras ofertas. Na realidade, testar é importantíssimo em tudo o que tenha a ver com marketing digital; e o marketing de afiliados não é diferente. Procure escolher entre três e quatro programas de afiliados para promover, fazendo sempre testes de conversão com cada um deles.
×