Existem inúmeras vantagens para você trabalhar com marketing de afiliados, mas a principal é que você não tem de se preocupar em criar um produto para vender na internet. Já alguém criou esse produto e você pode se tornar afiliado desse produto, promovendo-o por meio de links de afiliado e enviando tráfego através desses links para esse mesmo produto. A partir desse momento, sua responsabilidade termina. O produtor, ou dono do produto, passa a ser a pessoa responsável por enviar a mercadoria para o comprador e manter esse cliente satisfeito. Você receberá uma comissão por ter gerado essa venda, mas não é responsável por absolutamente mais nada.
A rigor, não é um projeto de “reforma”, afirma Vagner, mas uma tentativa de substituir o atual sistema, solidário, por um modelo de capitalização, que se baseia na capacidade de poupança do trabalhador – e que naufragou em outros países. Uma proposta que não resolve o problema da Previdência e é nocivo para a economia, afirma o presidente da CUT. Ele avalia que não há o que negociar em relação à PEC 6, defendendo a retirada. “Retira-se, e se quiser com seriedade discutir situações que melhorem a Previdência para as pessoas, os trabalhadores e a economia, temos um monte de proposta para fazer. Não nesse modelo que troca seguridade social por capitalização privada.”
Entenda como um site de nicho funciona. Esse tipo de página se concentra em informações bem direcionadas e específicas; o conteúdo deve ser voltado a um público-alvo definido, sendo interessante e útil. Sites de nicho de sucesso recebem de 1.000 a 10.000 visitantes por mês.[6] Você ganha conteúdo com uma palavra-chave específica, obtendo lucro passivo através do Google Adsense ou por links afiliados.[7]
A Internet se torna um ótimo hub para o Make Money Online. Existem inúmeras maneiras de ganhar dinheiro ao usar a internet. Por natureza, o ganho on-line dividido em duas categorias principais é um com algum investimento e outro é sem investimento. Ganhe dinheiro com dinheiro precisa de experiência para evitar perdas. Você também precisa de sites seguros que são verificados para que você não seja enganado.
Para quem está começando a trabalhar com marketing de afiliados, possivelmente terá alguma das dúvidas seguintes. São perguntas frequentes que muitos dos novos afiliados fazem, no sentido de entenderem como esse mercado funciona e quais são as reais possibilidades. Trabalhar com afiliação é extremamente interessante, mas é necessário que você entenda como tudo isso funciona.
Na internet, esse modelo de comissão sobre as vendas é chamado de marketing de afiliados ou affiliate marketing (em inglês). O primeiro programa de afiliados na internet foi criado em 1996 pela Amazon e se chamava Amazon Associates. O programa continua existindo até hoje e foi um dos principais propulsores de crescimento da Amazon, uma vez que milhares de afiliados promoviam os produtos da empresa nos Estados Unidos, recebendo uma fatia sobre as vendas. Caso eles não gerassem vendas, a Amazon também não estaria investindo dinheiro nenhum com essa publicidade, uma vez que ela pagaria uma comissão somente por vendas realizadas.
Aqui, vou compartilhar várias maneiras de ganhar dinheiro online. Você notará que algumas das técnicas podem não apenas lhe dar uma renda extra, mas também podem potencialmente se tornar uma fonte principal de renda. Nos últimos dois anos, eu pessoalmente adotei técnicas como blogs, consultoria em planilhas e redação freelance. Agora vamos olhar para as minhas sete ideias favoritas sobre como ganhar dinheiro online.
Procurando o maior negócio online do mundo? Ao usar a Amazon, você desfruta de vários recursos, como o Amazon marketplace, Amazon flex e muito mais. Para aqueles que já têm contas na Amazon, você notará que há muito que você pode fazer para ganhar dinheiro com a Amazon. Ele permite que você venda produtos para outros usuários da Amazon e fornece um procedimento exclusivo para ganhar dinheiro on-line. Abaixo estão alguns dos métodos de ganhar dinheiro: 

Crie um site ou blog de escritor. Um site desse tipo não apenas demonstra sua capacidade técnica, mas cria também uma “central”, que permite que os clientes venham até você e entrem em contato. O design do site deve ser bem claro, com páginas fáceis de se navegar. Não esqueça de incluir exemplos do seu trabalho, exibindo a sua forma de escrita e a sua capacidade. Deixe as amostras em uma posição fácil de se encontrar, assim como os canais de contato.[24]. Um blog deve destacar sua capacidade técnica, bem como a facilidade que possui de escrever postagens para esse tipo de site. O blog não precisa, necessariamente, abordar os mesmos assuntos sobre o que escreve para os clientes; na verdade, o ideal é que seja sobre algo que o interessa. Dessa forma, os visitantes perceberão que você pode escrever bem e também construir uma comunidade online. Um bom blog tem potencial de fazer com que você obtenha diversas referências para mais clientes.[25]
Lógico que sim. Existem afiliados profissionais que trabalham com divulgação de programas de afiliados há muitos anos, ganhando mais de R$20.000 por mês em comissões. Logicamente, a grande maioria do mercado ganha uma fração disso. No entanto, tal como em qualquer outro tipo de negócio, você precisa trabalhar muito para se destacar e realmente ganhar muito dinheiro.
Tal como em outros mercados, no marketing de afiliados a diversificação pode ser crucial para fazer seu negócio sobreviver e crescer. Nunca faça sua estratégia depender de uma única fonte de tráfego e/ou de uma única estratégia de divulgação, caso contrário, é bem provável que você acabe se dando mal no futuro. Utilize diferentes fontes de tráfego para promover seus produtos e compare cada uma das suas estratégias.

Esse modelo passou a ser utilizado em praticamente todos os grandes portais e órgãos de comunicação, que vendiam seus espaços publicitários no modelo de CPM a seus anunciantes, porque consideravam que o usuário que navegava em seus sites já estava sendo impactado por esses anúncios, simplesmente por visualizá-los, mesmo que não clicasse. Ainda hoje, o valor de CPM é utilizado em plataformas de anúncios como o Facebook e Google AdWords e é uma métrica extremamente importante de análise de desempenho e custo. Além do mais, é impossível definir a taxa de cliques (CTR) de um anúncio sem termos em consideração o número de impressões dele.
×